Além disso, cole esse código imediatamente após a tag de abertura :
Loader

Blog

15 ABR Inteligência Emocional para vestibulandos: entenda a importância

Inteligência Emocional para vestibulandos: entenda a importância


Uma das fases mais desafiadoras na vida dos alunos sem dúvida é o vestibular. É natural que o estudante se sinta inseguro e preocupado, afinal, para entrar na tão sonhada faculdade, é preciso superar essa etapa. Como amenizar as tensões e a ansiedade dessa fase? Desenvolvendo a Inteligência Emocional! Kátia Peras, coach e professora de Biologia do Colégio Sigma, é também especialista em Psicologia da Educação e afirma que desenvolver a Inteligência Emocional é fundamental para determinar onde se deseja estar e como se quer chegar lá.

“Não podemos deixar nosso racional solto porque ou controlamos nossa mente ou ela vai sem rumo para qualquer lugar”, observa Kátia. Além disso, o uso e o desenvolvimento da Inteligência Emocional pode levar as pessoas ao encontro do que mais desejam: a felicidade! Mas o que é essa tal Inteligência Emocional? Kátia destaca:

- É a forma mais adequada de administrar as próprias emoções por meio de um conjunto de competências;
- Existem duas mentes: a racional (QI) e a emocional (QE). O desempenho na vida é determinado pelas duas; 
- Quando essas inteligências interagem bem, a capacidade intelectual aumenta.

Para desenvolver a Inteligência Emocional é importante que cada um conheça suas emoções, aprenda a ressignificar momentos difíceis da vida e supere a descrença em si mesmo quando ela se manifestar. “Não podemos ser escravos de nossas emoções desenfreadas”.

Para os vestibulandos!
Vestibular, afirma Kátia, é um momento marcante na vida de qualquer aluno e onde o grau de exigência pode chegar ao seu limite máximo. “Sabendo administrar as emoções, o conteúdo racional, as respostas que terão que ser elaboradas na hora da prova e a concentração estarão em equilíbrio levando a um bom resultado”, garante.

Trabalhar o desenvolvimento da Inteligência Emocional entre os estudantes gera um impacto profundo porque a aprendizagem, destaca a professora, é uma troca de emoções. “Vidas melhoradas porque sabem administrar suas emoções me trazem a certeza da minha missão como professora, educadora, mãe de coração e acima de tudo como pessoa”.

Posteriormente, essas habilidades socioemocionais também serão úteis na carreira e na vida pessoal de cada aluno, gerando sucesso e perseverança em todos os sentidos. Ao longo da vida, acrescenta Kátia, se erra, aprende, conserta e melhora a cada pedaço do caminho. “A vida é uma aprendizagem contínua e administrar nossas emoções requer postura constante”.

Boa leitura.

Conheça:
Atento ao bem-estar e desenvolvimento integral dos alunos, o Colégio Sigma desenvolve o projeto Viver Bem Consciente que oferece, entre outras ações, atividades de autoconhecimento e respiração. Clique aqui: